terça-feira, 5 de abril de 2016

psicodelia natural

A manhã acorda
e o sol boceja, toma café
entre céus e nuvens de pensamentos.
os passaros voam traços livres
que os ventos assobiam entre as arvores
vestidas de desejos pela chuva que vira

a chuva escorre até os pés do chão
que correm mil direções

nós dois dançamos de alegria numa bailante psicodelia
sob o retrato da noite e a lua que ilumina

nós dois dançamos de alegria
numa bailante psicodelia natural

Nenhum comentário:

Postar um comentário